Tapera.Net - blog@tapera.net
sexta-feira, 29 de julho de 2016
Taperense, pesquisador da UFRGS, descobre que halo da Via Láctea também pode gerar estrelas

Três astrônomos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), incluindo o taperense Charles Bonatto, podem colocar em seus currículos mais um grande feito no início deste ano. Com ajuda de um telescópio da Nasa, agência espacial americana, eles encontraram sete aglomerados estelares no halo galáctico. Trata-se de uma importante descoberta, aceita e publicada recentemente pelo periódico Astronomy & Astrophysics (A&A) – mas você deve estar se perguntando: "sete aglomerados estel... quê?". 

Vamos lá: as estrelas não nascem sozinhas, elas vivem em conjuntos, que são os chamados aglomerados estelares. Esses aglomerados se formam a partir de densas nuvens de gás e poeira, geralmente observadas no disco da galáxia, onde está situado o sistema solar. Acreditava-se, até então, que o halo, parte mais periférica da Via Láctea, seria estéril, sem capacidade de gerar estrelas.

A descoberta dos sete objetos nessa região significa, portanto, a quebra de um paradigma há anos perpetuado pela ciência.

– No ano passado, já havíamos descoberto dois aglomerados a 16 mil anos-luz do disco, no halo. Como eram só dois, uma questão ficou em aberto: seria um evento episódico ou o halo estaria mesmo formando aglomerados estelares? Com esta pesquisa, mostramos que ele está em atividade. E a gente pode pensar que o halo, por estar formando estrelas, tem um papel mais importante na evolução da galáxia do que se pensava – afirma Denilso Camargo, coordenador da pesquisa no grupo de Astrofísica da UFRGS.

Foco na origem das nuvens de poeira

Abrem-se, assim, novos caminhos de estudo, cheios de outras questões a serem desvendadas. A mais importante frente da pesquisa agora é entender de onde vêm as nuvens de poeira que estão formando estrelas no halo, tão longe do disco galáctico. Pode ser que seja do próprio disco: estrelas muito massivas emitem ventos bastante fortes. Algumas delas podem até explodir, como as supernovas, jogando poeira para bem longe. Mas será que tão distante a ponto de chegar ao halo?

– Trabalhamos ainda com outras duas possibilidades: de que a poeira venha de detritos de galáxias anãs, que foram destruídas pela nossa. Ou que venha do meio intergaláctico. Só que infelizmente não podemos ainda dizer com certeza qual é a origem deste material, somente sugerir possibilidades – diz o pesquisador.

Talvez a resposta não demore muito a aparecer. O trio de astrônomos, do qual fazem parte também Eduardo Bica e Charles Bonatto, aguardam resultados do projeto Gaia, da Agência Espacial Europeia, que faz um censo das bilhares de estrelas existentes na Via Láctea, determinando com precisão magnitude, posição, distância e deslocamento de cada objeto analisado.

– A partir da velocidade destas estrelas encontradas, o que chamamos de movimento próprio, poderemos traçar as trajetórias delas. Estes dados nos permitirão retroceder, para saber de onde elas vêm e para onde vão – explica Camargo.Os três caçadores de estrelas já descobriram desde o início das pesquisas 1.101 aglomerados. E seguem contando, colecionando descobertas.

Parabéns aos pesquisadores Camargo, Bicca e em especial ao taperense Charles Bonatto!

Por: Bruna Scirea
Fonte - Diário Gaúcho

Postado por WM Internet as 07:21 e tem 1 comentarios
1 Comments:
Anonymous Anônimo disse...

Simplesmente PARABÉNS!

29 de julho de 2016 10:11  

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários com palavrões e acusações pessoais. Por favor colaborem.

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos




 
Google
 

 




 

Últimos Posts

Perdão é tema de palestra para comemorar o Dia dos...
Miss RS 2016 Letícia Borghetti Kuhn é recebida com...
26 de julho - Dia dos Avós
Fruteira do Clóvis, Fenerbach e Real Madrid são ca...
Miss RS chega hoje em Tapera
O sentimento de uma comunidade
Letícia Kuhn de Tapera é eleita Miss RS 2016
Ibirubá Florestal - Fantástico erra feio ao demoni...
Miss Tapera: a cidade toda se engajou
Campanha Lacre do Bem continua firme

Arquivos

Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Dezembro 2012 Fevereiro 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Fevereiro 2014 Março 2014 Abril 2014 Maio 2014 Junho 2014 Julho 2014 Agosto 2014 Setembro 2014 Outubro 2014 Novembro 2014 Dezembro 2014 Janeiro 2015 Fevereiro 2015 Março 2015 Abril 2015 Maio 2015 Junho 2015 Julho 2015 Agosto 2015 Setembro 2015 Outubro 2015 Novembro 2015 Dezembro 2015 Janeiro 2016 Fevereiro 2016 Março 2016 Abril 2016 Maio 2016 Junho 2016 Julho 2016 Agosto 2016 Setembro 2016 Outubro 2016 Novembro 2016 Dezembro 2016 Janeiro 2017 Fevereiro 2017 Março 2017 Abril 2017 Maio 2017 Junho 2017 Julho 2017 Agosto 2017 Setembro 2017 Outubro 2017 Novembro 2017 Dezembro 2017 Janeiro 2018 Fevereiro 2018 Março 2018 Abril 2018 Maio 2018 Junho 2018 Julho 2018 Agosto 2018 Setembro 2018 Outubro 2018 Novembro 2018 Dezembro 2018 Janeiro 2019 Fevereiro 2019 Março 2019 Abril 2019 Maio 2019 Junho 2019 Julho 2019 Agosto 2019 Setembro 2019 Outubro 2019 Novembro 2019 Dezembro 2019 Janeiro 2020 Fevereiro 2020 Março 2020 Abril 2020 Maio 2020 Junho 2020 Julho 2020 Agosto 2020 Setembro 2020 Outubro 2020 Novembro 2020 Dezembro 2020 Janeiro 2021 Fevereiro 2021 Março 2021 Abril 2021 Maio 2021

 

 


WM INTERNET
Blog Home V?o Pol?ca Cidade Pol?a Eventos Obitu?o